Author Bios

Articles by this author:

  • Na sessão ordinária da Assembleia de Freguesia de Alverca do Ribatejo e Sobralinho, no passado mês de Abril de 2016, o Bloco de Esquerda fez aprovar uma moção pela qual o órgão deliberativo pede a construção de uma nova biblioteca na freguesia, que garanta o acesso à informação e ao conhecimento, com a aplicação das melhores práticas dos tempos de hoje e respondendo às novas exigências.

  • O Bloco de Esquerda esteve presente nas comemorações dos 42 anos do 25 de Abril de 1974 na freguesia de Alverca do Ribatejo e Sobralinho e Rita Aleixo discursou para o público presente. Neste artigo é possível ler todo o discurso.

  • No passado dia 18 de Setembro, o Bloco foi uma força activa na Assembleia de Freguesia de Alverca e do Sobralinho. A respeito dos pontos da ordem do dia, abstivemo-se na votação do regulamento do Pavilhão Municipal do Sobralinho e da Revisão ao Orçamento da Junta de Freguesia, pelo facto de considerarmos que a revisão dá passos importantes no sentido das prioridades que sempre têm sido as nossas, mas que não deixa de estar subordinada a um orçamento que não responde à situação de emergência de muitas pessoas. Antes da ordem do dia, o Bloco lamentou que a Presidente da Mesa da Assembleia tenha colocado no edital da sessão, como único contacto para que cidadãos surdos peçam interpretação para língua gestual, um contacto telefónico.

  • Em Dezembro de 2014, o Bloco de Esquerda fez aprovar uma moção para que todas as árvores plantadas na freguesia, doravante, sejam de espécies autóctones: em nome da sustentabilidade, da preservação da paisagem, da valorização ambiental, da poupança de recursos. CDU e CNR aprovaram; PS absteve-se.

  • O grupo local do Bloco de Esquerda lamenta a aprovação de apenas quatro propostas na edição de 2014 do Orçamento Participativo de Alverca do Ribatejo e Sobralinho. Há quatro anos, por proposta do Bloco de Esquerda, Alverca tornou-se uma das primeiras freguesias do país a ter o seu orçamento participativo. O BE reitera a sua convicção de que o OP aproxima os cidadãos das instituições políticas, dando a todos a oportunidade de fazerem ouvir a sua voz. Por essa razão,  o Bloco de Esquerda incentiva a participação e o envolvimento de todos os munícipes.